Musa  das Campinas

Extrema sensibilidade

Meu Diário
21/03/2017 16h45
SOU POESIA

 

Sou a poesia da estação.

Hiberno para trocar a pele...

Outono para refletir.

Logo vem o inverno para

purificar...

Estarei nua, com a pele sensível...

Retornarei na primavera, em flor.

Mais perfumada e com muito brilho.

 

         


Publicado por Nativa em 21/03/2017 às 16h45
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras